Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Muitos filmes de grande qualidade não têm o destaque que merecem, passando quase despercebidos. Por razões meramente económicas, as verbas promocionais concentram-se apenas em meia dúzia de títulos "mais comerciais". Para contrariar esta tendência, criámos este espaço de partilha e entre-ajuda, onde todos podem participar: escolha os filmes que achou mais marcantes e deixe o seu comentário.
Foram encontrados 8 comentários. Resultados de 1 a 8 ordenados por data:
Inland Empire (Pontuação: 8)
TrailerAlugar
Não Concordo com a Sofia, 2008-08-02
Não concordo, Sofia.
Acontece que o Lynch arranjou de forma inteligente um argumento que conseguisses juntar o melhor dos seus trabalhos. Há cenas presentes que fazem partes de filmes ou séries que ele já realizou.
A verdade é que, sim, o filme é grande, e exaustivo, mas creio que é uma experiência diferente. Ele faz com os filmes o que o pintor faz com a tela. Ele pinta fragmentos do nosso ser e da nossa mente, conseguindo fazer-nos sentir sensações que mais nenhum outro filme faz. Os romances fazem-nos sentir quentes no coração, as comédias fazem-nos rir, os filmes de terror provocam o terror no nosso corpo, mas os trabalhos do Lynch exploram outras partes do nosso subconsciente. É diferente. É bonito.

Recomendo.
Por André Martins (Lisboa)
A Secretária (Pontuação: 9)
Alugar
Porque Muitas Obras Passam Despercebidas, 2008-05-20
Este foi um filme que passou um pouco despercebido na altura em que foi lançado. Acho que até é bastante comum nestes dias grandes filmes passarem sem grande notoriedade. Não creio que existam géneros que possam classificar a essência desta história. Há uma rapariga com alguns problemas de adaptação, um cargo por preencher, um chefe com uma obsessão, uma fantasia secreta, enfim. Há todo um grupo de motivações perversas e inteligentes que atribuem a este filme uma natureza única. Embora o seu cariz sexualmente diferente, é no fundo, uma história de amor. Mas uma história de amor para adultos diferente de qualquer outra que tenha sido criada. Sexy, invulgar, ousado e provocador. É de qualidade.
Por André Martins (Lisboa)
Swimming Pool (Pontuação: 8)
Alugar
Quente... Muito Quente, 2008-05-20
Swimming Pool. Uma grande revelação para a minha pessoa, tendo em conta a ausência de expectativas. É um filme diferente com uma beleza estranha e simples. Aquece-nos por dentro de uma forma suave e imperceptível, mas, progressivamente, o calor vai aumentando sem darmos por isso. A intensidade, a força, o poder de cada cena acelera-nos o ritmo cardíaco e começa a remoer-nos a mente de uma forma imparável. O desejo, o medo, a obsessão, o mistério, a busca de inspiração, o desconhecido, a luxúria.. faz tudo parte de um calor inquietante que nos abraça e nos prende durante toda esta pequena história de guardar e relembrar. Uma Grande criação.
Por André Martins (Lisboa)
The Fountain - O Último Capítulo (Pontuação: 9)
TrailerAlugar
A Fonte de Uma Obra, 2008-05-19
The Fountain é o tipo de filme que nenhuma sinopse, por muito boa que seja, consegue realmente explicar aquilo que o filme trata. A verdade é que, volta e meia, lá aparece um filme que é gigante. Enorme. Um filme que nos remete a um silêncio tão arrasador que nos parece pouco digno falar ou comentar o que quer que seja durante a passagem dos créditos finais. Um filme complexo, mas único e visionário. Qualquer descrição fica muito aquém do poder que cada momento desta obra de Aronofsky provoca no espectador. Um filme a ver e a guardar cá dentro.
Por André Martins (Lisboa)
O Lado Selvagem (Pontuação: 10)
TrailerAlugar
Esmagador, 2008-05-19
Talvez me tenha identificado especialmente com o filme por desejar ou ambiconar a coragem daquela grande personagem a que Emile Hirsch dá vida. O filme é potente e estrondoso. Faz-nos sentir tristes, mas ao mesmo tempo concretizados e impressionados com os acontecimentos e os twists que vão atribuindo à história uma qualidade dificilmente superável nos dias de hoje. Esmaga-nos num turbilhão de emoções e sentimentos. Vi o filme no cinema e desde o momento em que a tela ficou preta e as luzes se acenderam até chegar a casa e adormecer experenciei uma sensação estranha e inexplicável que creio que ainda hoje aqui está. Mudou a minha vida. Um filme que irá, certamente, alterar a forma de como todos nós olhamos para o mundo. É OBRIGATÓRIO viver esta grande aventura com a companhia da banda sonora do grande Edide Vedder.
Por André Martins (Lisboa)
Dogville (Pontuação: 10)
Alugar
Uma Obra-Prima, 2008-05-19
Dogville é, em minha opinião, uma obra-prima do cinema. De uma primazia e originalidade insuperável, Lars Von Trier cria um mundo abstracto e escuro, levantando-nos ao interior das questões mais profundas do nosso ser. Com performances de uma qualidade virtuosa, Dogville é a prova de que não são necessários efeitos especiais ou mesmo cenários estrondosos para criar um marco na história do cinema. Frio, pesado e provocador, expõe os limites da condição humana e a necessidade imparável de obter poder e controlo. Certamente, um filme que não passa por indiferente a ninguém. É uma autêntica experiência de vida.
Por André Martins (Lisboa)
Mulholland Drive (Pontuação: 9)
Alugar
Genial, 2008-05-19
David Lynch faz com os filmes o mesmo que os pintores abstraccionistas fazem com as telas. Pinta a essência da mente e pequenos fragmentos do ser e de questões nunca respondidas. Mulholland Dr. é um filme complexo e profundo concebido para nos levar ao mundo dos sonhos e nos fazer entender e alcançar determinadas emoções e motivações que explicam o comportamento das personagens. Único e em nada parecido com qualquer outro argumento, a história foi pensada e realizada com uma genialidade e imensa que me manteve numa inquietação curiosa desde a primeira à última cena. Acho brilhante a forma como Lynch explora estes caminhos estranhos do subconsciente.
Por André Martins (Lisboa)
Donnie Darko (Pontuação: 9)
TrailerAlugar
Uma Viagem Fenomenal, 2008-05-19
Donnie Darko é, sem dúvida, uma experiência cinematográfica que fica entranhada connosco para sempre. Existe um poder qualquer na sua essência que nos prende desde a 1ª cena até ao fim do filme. A personagem de Jake Gyllenhaal é super interessante e os temas, que passam por esquizofrenia, homicídio, pedofilia, viagens no tempo, relações estranhas, coelhos, premonições e medos incontroláveis são focados de um modo morbidamente atraente. Um filme que nos leva ao lado subversivo da nossa mente, não deixando qualquer outra alternativa senão a de venerar este pedaço de arte.
Por André Martins (Lisboa)

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos