Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Muitos filmes de grande qualidade não têm o destaque que merecem, passando quase despercebidos. Por razões meramente económicas, as verbas promocionais concentram-se apenas em meia dúzia de títulos "mais comerciais". Para contrariar esta tendência, criámos este espaço de partilha e entre-ajuda, onde todos podem participar: escolha os filmes que achou mais marcantes e deixe o seu comentário.
Foram encontrados 9 comentários. Resultados de 1 a 9 ordenados por data:
Destino Infernal (Pontuação: 1)
TrailerAlugar
TOP dos piores filmes que vi, 2011-10-03
Passo a citar o que vem na capa em português deste filme "tão brutalmente excessivo que poderá mesmo impressionar o Quentin Tarantino" - Roger Ebert. Bem, senhor Ebert, acho que o senhor já devia começar a procurar cinema a sério. Até porque Tarantino tem filmes de topo e este senhor Lussier ainda não fez nada minimamente interessante. Tanto foco no 3D que acaba por ser uma autentica perda de tempo ver os seus filmes. Começamos com o São Valentim Sangrento que foi o seu primeiro filme em 3D e acabando (pelo menos por agora) neste novo "Ghost Rider" em 3D. Nicolas Cage continua cada vez pior, mantém-se uma aventura secante de um sujeito que vem do inferno para se vingar num carro topo de gama: muito efeito, acção barata, diálogos mediocres. Única coisa boa do filme é a personagem The Accountant e algum do seu humor negro, mas nem isso salva a seca tremenda de uma hora e meia de filme. A evitar.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
O Ritual (Pontuação: 2)
TrailerAlugar
O Ritual, 2011-06-17
Não é, de TODO, "O melhor filme sobre exorcismo desde "O Exorcista"" como menciona a capa. Onde está o "Exorcismo de Emily Rose" se este é O melhor desde 1973?
Desde muito vi o grande Anthony Hopkins num filme relacionado com demónios e espíritos, mas nem isso salva o filme. Previsível demais, o que se diz "Terror" ou até mesmo "Thriller" é algo como efeitos especiais que tencionam "meter medo" quando até as expressões faciais (ou caretas) de Jack Nicholson em "The Shining" são bem superiores. Muita conversa, pouca acção, pouco terror - e para um filme de terror procura-se tudo menos isso; tudo o que menos esperei deste filme aconteceu, principalmente com o Anthony Hopkins como um dos principais protagonistas.
Única coisa boa: Fotografia. Existe, uma série de imagens e momentos que foca em pequenos pormenores no cenário que são interessantes. Tudo o resto ou quase tudo o resto é negativo.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
O Discurso do Rei (Pontuação: 10)
TrailerAlugar
Discurso do Rei, 2011-04-27
Fui ver este filme ao cinema e adorei.
Recomendo especialmente este filme para jovens que estudam ou querem estudar teatro ou outra variante da representação e interpretação - da mesma maneira que me foi recomendado. Os exercícios de voz (tema central do filme) e todo o texto sobre o mesmo traz conhecimentos importantes e fundamentais ao actor.
Penso que o Óscar de Melhor Filme foi bem entregue, a interpretação de TODOS os actores é Brilhante; contudo o Óscar de Melhor Argumento Original foi injusto (tendo "A Origem" em competição) pois achei a história muito banal.
Um excelente filme. Duas horas de filme bem gastas a ver BONS ACTORES.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
Saw VI - Jogos Mortais (Pontuação: 9)
TrailerAlugar
SAW 6, 2010-11-13
A Saga SAW começa com o "Enigma Mortal" muito bom, genial do início ao fim e com um final surpreendente. Contudo, ao longo dos anos, são-nos trazidos mais e mais filmes SAW, cada um pior que o outro (então o 4º filme é a pior coisa existente na saga, o jogo principal não tem pés nem cabeça).

Todavia, este sexto filme deixou-me bastante satisfeito, um final diferente também, jogos interessantes e uma acção e desenrolar tão lógicos que conseguiu dar sentido aos filmes anteriores (nomeadamente o 4.º e 5.º filmes).

O sétimo e ÚLTIMO filme da saga estreia agora em Novembro e felizmente é-nos trazido por Levin Greutert, o mesmo realizador deste SAW - por isso, espero um bom desfecho a esta saga.
Para quem ainda não viu, como diz o colega Fábio Pinto, há que começar pelo primeiro (porque conheço muita gente que começou a ver os filmes a meio da saga) e aprontar-se para algumas "decepções". A história do SAW é muito muito boa, ganha mais pela historia que qualquer outra coisa, contudo os realizadores e actores não foram os melhores, senão teríamos aqui uma saga ... extraordinária.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
Coraline e a Porta Secreta (Pontuação: 9)
TrailerAlugar
Coraline, 2010-09-03
Ainda hoje revi este filme porque está simplesmente Extraordinário.
É verdade que no início o filme não me chamou à atenção, mas depois de o ver em DVD, posso dizer que foi dos melhores filmes de animação que vi nestes últimos tempos. Primeiro porque tem um grafismo espectacular, na minha opinião, talvez não dos melhores, mas neste filme chamou-me muito a atenção (e por vezes no filme presto mais atenção aos movimentos de cada personagem do que no dialogo em si) e segundo porque todo o diálogo que nele existe faz com que não achemos o filme uma seca (mesmo a versão portuguesa). Recomendado para quem ainda não o viu.
Continuo a achar que este deveria ter ganho os Óscares este ano e não o "UP: Altamente", apesar de tudo.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
Rogue - Morte Súbita (Pontuação: 2)
TrailerAlugar
Rogue, 2010-08-21
"Rogue" chamou-me à atenção por alguns aspectos: começou primeiramente pela sua pontuação no IMDB, que dentro de um filme de Acção/Terror teve uma pontuação muito aceitável, depois, pela sinopse, que, no meu ponto de vista, revelou uma história diferente, tendo em conta a criatura em causa e, por fim, porque queria comparar este filme com o filme "Crocodilo" de 2000, de Tobe Hooper, que também foi um filme medíocre (mas, filmes com crocodilos, não há muito por onde comparar).

Posso então dizer que foi uma grande desilusão e, comparado com "Crocodilo", este filme fica ainda mais abaixo. Isto porque tem cenas muito previsíveis e a história não era bem o que esperava.
Ainda ontem li uma coisa num livro, "A Pipoca Mais Doce - o Livro" de Ana Garcia Martins, por mera curiosidade (e calhou na página ideal), uma pequena parte que falava naquelas coisas típicas dos filmes de terror. Ao ver o filme, ia-me lembrado do que li no livro e achei que faltava uma coisa muito típica nos filmes de terror: quando uma personagem está encurralada, normalmente com os actores principais, existe sempre um objecto que aparece nesse local, muitas vezes por "magia", que faz com que ela ataque o vilão ou consiga arranjar uma saída noutro local qualquer - neste filme, acontecem umas duas vezes. Ou então vemos cenas ridículas, como uma personagem que é violentamente agredida pelo animal, com os músculos nas pernas, braços e peito cortados e que aparece minutos depois, sem quaisquer tratamentos médicos, deitada, com uma expressão, não de dor, desespero, mas sim como quem acorda bem disposto num dia de sol (como se uns músculos cortados fosse uma coisa fácil de aguentar ou até mesmo positiva).
Achei mesmo que a única coisa positiva no filme é o crocodilo, os efeitos tornam a criatura sinistra e muito maior do que estava a espera, muito bem conseguido. O filme peca mesmo pela ridicularidade de algumas cenas (não vou menciona-las todas, obviamente)
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
A Bela e o Paparazzo (Pontuação: 3)
TrailerAlugar
Bela e o Paparazzo, 2010-08-20
Antes de dar a minha opinião sobre o filme, gostava só de chamar a atenção a uma coisa a alguns usuários no site. Aconteceu aqui com o "colega" Rogério Marques (e sublinho que o comentário não é destinado apenas a ele) e tenho reparado isto noutros comentários com outros utilizadores; não sei se é distracção ou se os usuários não sabem avaliar de 1 a 10, mas uma pessoa que acha o filme "Fraquinho" e deixa comentários negativos sobre o mesmo, acho que nunca poderá dar uma pontuação 7 ao filme, porque um 7 já é considerado um filme (Muito) Bom e bem aceite - acho que isto não é opinião pessoal, acho que é geral. Digo isto porque sou um utilizador que primeiro vê a pontuação dada (mais do que o título que dão ao comentário) e, se fugir (muito) à opinião pessoal, procura a sua justificação no comentário - é apenas uma observação que espero que não seja entendida como desrespeito de opiniões.

Quanto ao filme, "A Bela e o Paparazzo" mantém-se fiel à mediocridade dos filmes portugueses, apesar de já haverem alguns progressos relativamente aos anteriores; há alguns diálogos que nos fazem mostrar um sorriso pela sua boa construção e, até mesmo, criatividade, contudo, a história é do mais infeliz que existe, assim como as interpretações.
Não esperava muito deste filme e não me enganei; quando falamos em "Soraia Chaves" num filme, associamos logo a Nudez e, infelizmente, há realizadores como António-Pedro Vasconcelos que preferem apostar em "seios à mostra" para ganhar fama e lucros do que qualquer coisa relacionada com ARTE - é esse o principal erro. Lembro-me de colegas que queriam ir ver o "Call Girl" ao cinema para ver "os seios da Soraia"; por isso, mesmo reduzindo o filme àquela única cena, conseguiriam o dinheiro na mesma - menos despesas, mais lucro. Aqui fica a principal razão porque dizem que os filmes de Vasconcelos com Soraia Chaves são "os filmes com mais êxito comercial".
Comparando a filmes como "Contrato" e "Call Girl" e mais uns quantos filmes portugueses, este está superior, como disse no início, mas acho que ainda há muito ainda a trabalhar. Cá ficaremos à espera do melhor do cinema português...
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
Fora de Controlo (Pontuação: 3)
TrailerAlugar
Fora de Controlo, 2010-07-18
Bem, na minha opinião, Fábio Pinto, este é mais um filme que podemos colocar juntos dos filmes que não chegam ao "aceitável". Isto porque o filme é muito, mas mesmo muito previsível, os efeitos são os mesmos (como a morte da filha e o atropelamento de uma outra rapariga, o mesmo posicionamento da câmara e uns outros efeitos especiais) que me levam a dizer que foi um filme que me desiludiu e me fez desperdiçar 2 horas e pouco da minha vida.
Na verdade, eu comparei este filme com "Busca Implacável" em que as histórias têm alguma semelhança (e por isso me levou a ver o filme), mas a personagem de Mel Gibson está muito "na descontraída" para saber quem matou a filha, o texto que ele tem de fúria e sede de vingança não passam para a representação da personagem, foram palavras ditas por alto.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)
Brincadeiras Perigosas (Pontuação: 9)
TrailerAlugar
Altamente!, 2009-12-31
Que posso dizer deste filme? É soberbo. Posso considerar talvez O ou UM DOS melhores filmes de terror que já vi. É um filme diferente, os "papelões" interpretados pelos dois maus da fita são brilhantes. Do início ao fim, os seus jogos, falas e expressoes irónicas deixam o espectador "stressado" e é desse terror psicológico de que estou a dar tanto valor. Já para não esquecer a maneira como eles gozam também o espectador (como quando ele pega no comando e volta o filme atrás) entre outras expressoes. O filme está fenomenal, amei o filme, pela diferença, tem um final que, da minha parte, não foi nada previsível. Vale a pena ver. SE o género de filmes de terror que procura é mais "Gore" (sangrento), este filme pode considerar-se muito secante.
Único Defeito no filme: a banda sonora :S Mal vemos o título do filme, começa aquela música irritante que repete em algumas situações durante o filme.
Por Pedro Miguel Pereira (VILA NOVA DE GAIA)

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos