Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Um Pombo Pousou Num Ramo a Reflectir na Existência (En duva satt på en gren och funderade på tillvaron)
TrailerAlugar
3 Prémios e 6 Nomeações
Realização:
Roy Andersson
Argumento:
Roy Andersson
Ano: 2014
Género:
Comédia
Drama
Idade: M/14
Duração: 101 min
IMDB: 7.1 (6.202 votos)
Jonathan e Sam são dois vendedores ambulantes, a viver numa casa abandonada, que reflectem sobre a vida, a morte e a inevitabilidade do sofrimento. O filme decorre em vários "sketches" que, segundo o realizador, Roy Andersson, "consistem numa série de histórias quotidianas e fora do normal que retratam a nossa existência em toda a sua grandeza e pequenez, beleza e tragédia, exagero e tristeza – com uma visão panorâmica, como se fossem contadas por um pássaro a reflectir sobre a condição humana”.

Notas da Crítica:

A série de sketches cómicos de Roy Andersson pode ser intraduzível enquanto cinema, mas é divinal. - The Telegraph

UM POMBO POUSOU NUM RAMO A REFLECTIR NA EXISTÊNCIA é o culminar quase perfeito de uma trilogia quase-perfeita, uma extravaganza de bizarria, humor, banalidade e até terror. Eleva Roy Andersson ao nível de Beckett e T. S. Eliot, e captura melhor do que qualquer filme que possamos ver nos próximos oito anos o horrível e glorioso absurdo de ser humano. - Indiewire

Roy Andersson demorou 14 anos para expor o público à sua trilogia sobre o ser humano. Uma espera que valeu a pena para se chegar a Um Pombo Pousou num Ramo a Reflectir na Existência. Aqui Andersson encontrou um balanço perfeito para o seu bizarro a favor do humor. É de longe a mais engraçada das três obras, mas não é um humor de comédia, antes de reconhecimento do medo que cada um tem das situações representadas. (...) Tem uma fluência soberba e um humor com uma cadência no ponto. - Time Out Lisboa

O tour-de-force de Um Pombo Pousou num Ramo... é um espantoso plano-sequência de 12 minutos num bar onde, de súbito, irrompe Carlos XII, rei sueco do século XVIII, enquanto o seu exército passa lá fora. A câmara nunca mexe, mas no interior do plano há sempre alguma coisa a acontecer. Andersson anui: é o que acontece visualmente que lhe interessa, quer levar o espectador a descobrir o que está a passar-se na imagem, como quem observa atentamente um quadro. - Público

Uma comédia negra sobre o peso da existência, que completa a "Trilogia dos Vivos", iniciada em 2000 com o filme Canções do Segundo Andar e continuada em 2007 com Tu Que Vives. Estreado na 71.ª edição do Festival de Cinema de Veneza, "Um Pombo Pousou num Ramo a Reflectir na Existência" foi galardoado com o Leão de Ouro.
Detalhes Técnicos
Duração: 101 min. Vídeo: Widescreen 16:9 anamórfico
Áudio: Sueco Dolby Digital 5.1
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Ainda não existem comentários sobre este título. Seja o primeiro e partilhe a sua opinião com os outros utilizadores.
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
19/Set
Trailer
25/Set
Trailer