Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Gett: O Processo de Viviane Amsalem (Gett)
TrailerAlugar
13 Prémios e 14 Nomeações
Ano: 2014
Género:
Drama
Idade: M/14
Duração: 115 min
IMDB: 7.9 (1.035 votos)
Há já vários anos que Viviane (Ronit Elkabetz) abandonou o lar. Agora, quer oficializar a separação, de modo a deixar de ser marginalizada pela sociedade conservadora em que vive. Em Israel, os matrimónios civis não existem e ainda é aplicada uma lei religiosa ancestral que estipula que só o marido ou o tribunal rabínico pode conceder o divórcio. Apesar disso, Viviane quer poder contar com o sistema judicial para obter aquilo que considera ser um direito seu: um divórcio legal. O marido (Simon Abkarian), mesmo ciente de que nunca terá o seu amor e que aquela união não faz sentido para nenhum dos dois, recusa-se terminantemente a deixá-la seguir a sua vida. Apesar das dificuldades, ela está determinada a conquistar os seus direitos e a mudar mentalidades, independentemente do preço que tenha de pagar por essa decisão…
Detalhes Técnicos
Duração: 115 min. Vídeo: Widescreen 16:9 anamórfico
Áudio: Hebreu, Francês, Árabe Dolby Digital 5.1 / Dolby Digital 2.0 Stereo
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Uma Imensa Actriz (Pontuação: 10)
Os filmes de tribunal que todos nós conhecemos são inevitavelmente do foro criminal, que tanto fascínio exerce sobre artistas e público. São? Não, eram, pois depois de Gett (divórcio), ficou provado que o foro familiar pode ser tão ou mais fascinante do que o foro criminal. São duas horas, sempre no tribunal rabínico, que condensam cinco anos sofridos do processo de divórcio de Elisha Amsalem e de Viviane Amsalem, personagens inspiradas nos pais dos dois realizadores e irmãos, um deles também actriz principal, Ronit Elkabetz. É porque sabe na primeira pessoa do que está a falar, e porque é uma grande actriz, que Ronit Elkabetz encarna na perfeição a sua Viviane Amsalem, por sua vez encarnação da mãe de Ronit. E claro, o filme comprova de novo que misturar religião com vida pública continua a ser a péssima ideia que sempre foi, sendo neste caso a religião a judia.
Por Pedro Fernandes (PAçO DE ARCOS)2015-08-30
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
06/Mar
Trailer
19/Fev
Trailer