Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
A Emigrante (The Immigrant)
TrailerAlugar
5 Prémios e 5 Nomeações
Realização:
James Gray
Ano: 2013
Género:
Drama
Romance
País:
EUA
Idade: M/14
Duração: 120 min
IMDB: 6.6 (10.443 votos)
Deixando para trás a sua Polónia natal, as irmãs Magda (Angela Sarafyan) e Ewa (Marion Cotillard) chegam a Nova Iorque, em 1921, em busca do sonho americano. Porém, assim que desembarcam, são separadas. Magda, por estar doente, é colocada em quarentena. Ewa, por seu lado, é atirada para as ruas de Manhattan. Sozinha, indefesa e sem abrigo, rapidamente se torna vítima de Bruno (Joaquin Phoenix), um homem tão sedutor como manipulador, que a leva para o mundo da prostituição. Mas o rumo de Ewa vai alterar-se com a chegada de Orlando (Jeremy Renner), primo de Bruno, que ganha a vida com espectáculos de ilusionismo. É com a sua ajuda – e do seu amor – que Ewa ganha forças para se libertar daquele pesadelo. Mas os ciúmes de Bruno não vão facilitar-lhe a vida.

Um drama romântico do cineasta de culto James Gray ("Nós Controlamos a Noite", "Duplo Amor", "Little Odessa"), que regressa a dois dos temas que melhor conhece e mais tem explorado: o estilo de vida americano e a entrada de imigrantes no país (Gray é, ele próprio, descendente de uma família soviética que se mudou para os EUA). Além da realização, assina o argumento em parceria com Richard Menello. O filme foi apresentado na competição oficial do 66.º Festival de Cannes.
Detalhes Técnicos
Duração: 120 min. Vídeo: Widescreen 2.40:1 anamórfico
Áudio: Inglês Dolby Digital 5.1
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Uma desilusão (Pontuação: 2)
Um filme caricatural de um cineasta sobrevalorizado. Por mais que Marion Cotillard tenha um desempenho assinalável, nada salva a miséria do argumento, que não permite ao espectador acreditar naquilo que vê. Incrivelmente pretensioso, faz-nos duvidar de uma ressurreição do cinema americano.
Por Pedro Fernandes (PAçO DE ARCOS)2015-07-21
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
15/Jul
Trailer