Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Premiados TOP + Reposições Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Supercondríaco (Supercondriaque)
TrailerAlugar
Realização:
Dany Boon
Argumento:
Dany Boon
Ano: 2014
Género:
Comédia
Idade: M/12
Duração: 107 min
IMDB
Aos 40 anos, Romain Faubert, não tem mulher nem filhos. O facto de ser fotógrafo para um dicionário médico online, não ajuda à hipocondria que domina o seu estilo de vida há muito tempo e que faz com que seja um neurótico apavorado.

O seu único e verdadeiro amigo é o seu médico, o Dr. Dimitri Zvenska que inicialmente, cometeu o erro de lhe dar atenção e que, atualmente, muito o lamenta. A doença imaginária não é fácil de gerir e Dimitri daria tudo para se conseguir livrar de Romain de uma vez por todas.

Dimitri pensa ter encontrado a cura que o livrará de Romain: ajudá-lo a encontrar a mulher da sua vida. Convida-o para serões lá em casa, inscreve-o em sites de encontros, obriga-o a fazer desporto, chega mesmo a ensinar-lhe como seduzir e comportar-se com as mulheres. Mas descobrir a pérola rara capaz de suportar Romain e que, por amor, o ajude a superar finalmente a sua hipocondria, mostra-se bem mais difícil que o esperado...

Depois do sucesso Bem Vindo ao Norte e Nada a Declarar, Dany Boon regressa à realização com Supercondríaco. Co-protagonizado por Kad Merad e pelo próprio Boon, este é o aguardado regresso da dupla de Bem Vindo ao Norte, o maior sucesso francês de sempre.
Detalhes Técnicos
Duração: 107 min. Vídeo: Widescreen 1.85:1 anamórfico
Áudio: Francês Dolby Digital 5.1
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Rir é um dos melhores remédios (Pontuação: 8)
Melhor do que um bom thriller de acção...só mesmo uma boa comédia! Toda a gente sabe que é mais fácil fazer alguém chorar do que rir - muito mais difícil é fazer-nos chorar...de tanto rir! Apesar da primeira meia-hora do filme nos remeter para situações de humor um pouco exageradas e algumas a raiar o mau gosto que quase me fizeram arrepender de tê-lo alugado, a partir daí...é só divertimento a valer! Aliás, a história desenvolve-se duma forma completamente inesperada e hilária como só o Danny Boon sabe fazer - por favor atentem também no genérico inicial que é mesmo inspirado - embora o seu "Nada a declarar" seja simplesmente im-ba-tí-vel! Apreciem!
Por princesagigi (SEBAL)2014-12-17
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos