Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Elysium ()
TrailerAlugar
2 Nomeações
Realização:
Neill Blomkamp
Argumento:
Neill Blomkamp
Ano: 2013
País:
EUA
Idade: M/12
Duração: 109 min
IMDB: 6.7 (152.758 votos)
No ano 2159, existem dois tipos de pessoas: os muito ricos, que vivem numa estação espacial chamada Elysium, e os restantes, que vivem numa arruinada e superpovoada Terra.

A Secretária de Estado Delacourt (Jodie Foster) vai tentar a todo o custo preservar o tipo de vida luxuoso dos cidadãos de Elysium – mas tal não impede as pessoas da Terra de tentarem entrar, utilizando para isso todos os meios ao seu alcance. Max (Matt Damon) aceita participar numa arriscada missão, que poderá resultar na igualdade destes mundos polarizados.
Detalhes Técnicos
Duração: 109 min. Vídeo: Widescreen 2.40:1 anamórfico
Áudio: Inglês Dolby Digital 5.1
Legendas: Português,
Extras: ■ A Criação de Utopia: Criando a Sociedade no Céu
■ Colaboração: Desenvolvendo as Performances no Elysium
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Conseguido (Pontuação: 8)
Este filme é uma metáfora sobre até onde pode chegar a segregação: quem for multi-milionário poderá viver numa estação espacial luxuosa privada; os outros ficam a apodrecer no bairro de lata a que se transformou a Terra.
É claro que sendo o tema do filme "ficção-científica" a 150 anos no futuro terá sempre que se ter abertura mental para "aceitar" os desenvolvimentos tecnológicos que a humanidade possa ser capaz no futuro.
Por Bento Pereira (PONTINHA)2015-10-22
Um disparate montado à velocidade da luz (Pontuação: 4)
Alguém terá dito um dia que a montagem é a arte do invisível. E é mesmo por aqui que Elysium desce à terra. Estamos perante um belo exemplo de uma excelente ideia, transformada em argumento sofrível e em disparate montado à velocidade da luz. Se a isto juntarmos a ausência de personagens e uma cinematografia vaga, sobra muito pouco.

E depois…, bem e depois, uma Estação Espacial a céu (espaço) aberto? Há limites para a parvoíce, não?!?

Enfim…, pela tentativa de ideias plasmadas, fica um bom filme…, para entreter a esquerda caviar e afins.
Por Pedro S. Lourenço (LISBOA)2014-02-16
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos