Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Bárbara (Barbara)
TrailerAlugar
9 Prémios e 14 Nomeações
Realização:
Christian Petzold
Ano: 2012
Género:
Drama
País:
Alemanha
Idade: M/12
Duração: 105 min
IMDB: 7.2 (3.500 votos)
1980. Verão. Barbara é uma pediatra que se viu transferida de Berlim para um hospital de uma cidade remota e isolada da Alemanha Oriental. A nova colocação surgiu depois de se ter candidatado a um visa para emigrar para o lado Ocidental do país. É lá que se encontra o seu namorado que prepara a fuga de Barbara enquanto a médica aguarda pacientemente pelo dia da sua libertação.
O novo apartamento, os vizinhos, o Verão e o campo não significam nada para ela. No trabalho, Barbara é atenciosa, mas distante, seguindo as indicações do responsável do Hospital, André. Mas o médico confunde-a: deposita confiança nas suas capacidades profissionais, é carinhoso e o seu sorriso revela um homem apaixonado. Ou será este médico um espia contratado para seguir os seus passos e revelá-los ao governo?
Detalhes Técnicos
Duração: 105 min. Vídeo: Widescreen 1.85:1 anamórfico
Áudio: Alemão Dolby Digital 2.0
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Nina Hoss nas Estrelas (Pontuação: 9)
Barbara é mais um filme alemão de grande qualidade que tem como pano de fundo a repugnante ex-RDA, tal como Good Bye Lenin e A Vida dos Outros. Mas é sobretudo uma grande história de amor que vai surpreender a protagonista, a médica Barbara Wolf, que ambicionava passar para a RFA para junto do seu homem, mas que pouco a pouco, subtilmente, se vai apaixonando pelo seu colega André da clínica de província junto ao Báltico onde se encontra desterrada por ter sido presa política, ainda se encontrando sob apertada vigilância. Não sabemos exactamente porque esteve Barbara presa, tal como não saberemos muitas outras coisas neste filme, sóbrio como poucos. Essa extrema contenção dos protagonistas confere ao filme uma invulgar credibilidade, por reflectir simultanemanente o ambiente opressivo da ditadura e o nível cultural e intelectual das personagens, médicos. Em boa verdade, Barbara é um dos únicos filmes em que as personagens são médicos e em que acreditamos nessa realidade, mesmo com a grande depuração formal ou abstracção a que Christian Petzold deitou mão, que chega a evocar o imenso Robert Bresson e a sua arte do cinematógrafo. E é isso o que de mais belo é conseguido em Barbara, a arte de não mostrar nada. No belíssimo campo/contra-campo final de Barbara e André, em que sabemos ou sentimos antecipadamente o que vai acontecer, é o amor e só o amor daqueles dois que triunfa sobre tudo o resto. Um filme magnífico, a que creio que só a crítica soube dar o merecido valor, talvez por não ser "popularucho".
Por Pedro Fernandes (PAçO DE ARCOS)2016-08-30
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
18/Mai
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
09/Mai
Trailer
23/Mai
Trailer