Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Cisne Negro (Black Swan)
TrailerAlugar
31 Prémios e 98 Nomeações
Realização:
Darren Aronofsky
Ano: 2010
Género:
Drama
Thriller
País:
EUA
Idade: M/12
Duração: 108 min
IMDB: 8.4 (121.712 votos)
Com a Vencedora de Óscar Da Academia® Natalie Portman e realizado por Darren Aronofsky (O Wrestler), este provocativo thriller psicológico, entusiasmou críticos e público, tornando-se o “filme a não perder” do ano. Portman oferece-nos a melhor interpretação da sua carreira como Nina, uma
bailarina extremamente talentosa mas perigosamente instável, no auge do seu estrelato. Levada aos limites pelo seu exigente director artístico (Vincent Cassel) e com o protagonismo ameaçado por uma sedutora bailarina rival (Mila Kunis), a percepção de Nina sobre a realidade começa a
desvanecer. À medida que a pressão aumenta, a obsessão compulsiva de Nina assume proporções perigosas, atirando-a para um pesadelo real que vai ameaçar não só a sua sanidade mental, como também a sua própria vida.
Detalhes Técnicos
Duração: 108 min. Vídeo: Widescreen 2.40:1 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Inglês
Legendas: Português, Inglês para deficientes auditivos, Finlandês, Sueco, Norueguês, Dinamarquês, Grego, Romeno
Extras: “Black Swan Metamorphosis”: Um Documentário de Bastidores com Darren Aronofsky
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Um filme agridoce (Pontuação: 5)
Este filme é um objeto interesantíssimo mas, por outro lado, não gostei de tanta coisa que não sei se vale a pena. Pois, o problema é esse: gostei muito e não gostei nada de imensas coisas neste filme.

Comecemos pelo talvez óbvio, a dança, vista por dentro, com uma câmara que acompanha os movimentos do bailado de uma forma quase indecente (aliás, esta câmara é definitivamente indecente, muito para lá das cenas de dança, e não só nas cenas de sexo. Bom, mas quanto a isso, viva a indecência!). Isto já bastava para eu querer ver o filme mas foi muito melhor do que eu esperava.

Depois há a Natalie. Acho que a interpretação é notável, ainda para mais, implicando tudo o que implicou, em termos de esforço físico de aprendizagem. Mas não é só isso, ela é aquilo que esta personagem podia ser, e é-o inteiramente. Veja-se a cena em que ela fala com a mãe ao telefone, a dizer-lhe que ficou com o papel. A alegria contida é tão extrordinariamente interpretada que fica, para mim, como uma cena clássica.

Mas, depois, há, aqui e ali, um mistério, ou um elemento de surrealismo. Enfim, qualquer coisa que parece querer levar este filme a ficar entre o The Others e o Persona. E isso era profundamente dispensável.

Há o final extraordinário também. Mas parece-me ensombrado pelos tais laivos de surrealismo que parecem só existir para dar alguma ocupação aos efeitos visuais e mostrar talento de quem os fez. É chato, é estúpido, e tira ao filme uma aura profundamente humana que ele tinha.
Por (Lisboa)2012-04-05
Uma Obra de Arte (Pontuação: 10)
Simplesmente Extraordinário! Erótico Dramático Aterrorizante um Filme de Cortar a Respiração! Tem tudo, tem uma Representação Simplesmente Extraordinária!
Para ver com o Som Bem Elevado porque a Musica Envolve este Filme de uma Forma Mágica!
Intenso!Indispensável para os Amantes do Cinema!
Por Sérgio Camões (QUELUZ)2011-07-07
Sem dúvida mereceu o Oscar! (Pontuação: 10)
Longe vão os tempos de Natalie Portman no filme "Leon o profissional", também excelente. Actualmente, e ao longo da sua carreira, tem vindo a revelar-se uma excelente actriz, e definitivamente, conquistou por mérito próprio, o seu lugar na história do cinema. Magnífico.
Por Rogério Marques (LISBOA)2011-06-06
A excelência da interpretação (Pontuação: 10)
Natalie Portman a justificar perfeitamente o óscar de melhor actriz, num filme algo pesado, intenso e até mesmo perturbador. Interpretação extraordinária, que lhe deixou marcas, porque como ela disse " precisava de fazer este filme - Thor, para recuperar do desgaste do meu papel no Cisne Negro ". Filme a não perder, mas de preferência para ver com cabeça fresca, uma vez que cansados, torna-se um filme muito pesado. Recomendo !
Por Anúbis (LISBOA)2011-05-04
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Novo
Trailer
Novo
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
20/Jun
Trailer
23/Jun
Trailer