Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Premiados TOP + Reposições Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Um Ano Mais (Another Year)
TrailerAlugar
4 Prémios e 20 Nomeações
Realização:
Mike Leigh
Argumento:
Mike Leigh
Ano: 2010
Género:
Comédia
Drama
Idade: M/12
Duração: 129 min
IMDB: 7.7 (4.285 votos)
A história de um casal de meia-idade com um casamento feliz, que vai dando apoio aos problemas dos que lhes estão próximos. O drama é narrado em quatro actos - factos distintos que combinam com as estações do ano: na Primavera, a visita de uma amiga do casal que se encontra a passar por uma crise de meia-idade; no Verão, a chegada de um amigo de longa data, alcoólatra e esperançoso por uma oportunidade no amor; no Outono, o filho do casal apresenta a nova namorada, e talvez, futura esposa; no Inverno, o irmão do protagonista tenta superar uma depressão depois do falecimento da esposa.
Detalhes Técnicos
Duração: 129 min. Vídeo: Widescreen 2.35:1 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Inglês
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Efeitos da solidão (Pontuação: 9)
Incursão de Mike Leigh pelos meandros da solidão e dos seus efeitos terríveis. Dividido em quatro partes (uma por cada estação do ano), fala-nos de um casal de meia-idade que tem uma atitude bastante feliz e optimista perante a vida. Mas fala-nos sobretudo dos amigos e familiares que gravitam à volta do casal, esses sim casos perdidos de solidão e desespero. De resto, o tom do filme é apresentado logo no início, através de um prólogo bastante doloroso com uma magnífica Imelda Staunton (que não aparecerá mais no filme). Trata-se de um Mike Leigh puro vintage, com uma Lesley Manville estarrecedora no papel da amiga desesperada com a sua solidão. Altamente recomendável, não é contudo um filme que nos deixe animados. Mas a vida nem sempre é feliz, pois não?
Por PMatos (BARREIRO)2011-06-12
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos