Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
O Dia da Saia (La journée de la jupe)
TrailerAlugar
2 Prémios
Ano: 2008
Género:
Drama
Idade: M/16Q
Duração: 87 min
IMDB: 6.7
O Dia da Saia, uma história ficcionada sobre as parcas condições de trabalho de que dispõem os responsáveis pela formação das nossas gerações futuras, os professores. Um drama intenso que servirá para que os responsáveis pela educação no nosso país possam reflectir, não falamos apenas de professores, sindicatos e de ministros, mas também dos país.

Pressionada pela indisciplina dos seus alunos, pelas constantes faltas de respeito e pela falta de apoio de quem lho deve, uma professora atinge o ponto de ruptura psicológica.
Ao descobrir uma arma dentro da sala de aula na posse de um aluno, decide-se por um caminho sem retorno.
Faz uso da arma e do poder que esta lhe confere, sequestra os alunos… e assim, ensina francês.
Detalhes Técnicos
Duração: 87 min. Vídeo: Widescreen 16:9 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Francês
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Espalhafatoso (Pontuação: 5)
Vamos já esclarecer: sobre a violência nas escolas e o actual estado de "vivência"/"convivência" (entre alunos / entre alunos e professores) nas escolas já quase tudo foi dito no magnífico "A Turma", do Laurent Cantet (aliás, belíssima Palma d'Ouro no Festival de Cannes, atribuída pelo Sean Penn).
Portanto, não existe (existiria) muito a acrescentar.
Aqui, "carrega-se" um pouco mais na violência, atira-se uma professora algo desequilibrada (não seremos todos?) e uma arma de fogo para dentro de uma sala de aula e deixa-se cozinhar em lume (pouco) brando.
Resultado? Um filme com algo de espalhafatoso. Interessado mais no conflito do que propriamente nas personagens ou na história. Ou seja, o filme quis "fazer-se" espectáculo, ser o centro das atenções.
Resultado? Não adiciona muito ao tema; não contribui com nada de novo.
Mas nem tudo é mau: não é todos os dias que nos podemos deliciar com uma (já quase rara) Isabelle Adjani em estado de graça. A demonstrar por que é uma das divas do cinema francês.
Por PMatos (BARREIRO)2010-04-06
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
13/Mar
Trailer
06/Mar
Trailer