Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Orfã (BLU-RAY) (Orphan)
TrailerAlugar
1 Nomeação
Realização:
Jaume Collet-Serra
Ano: 2009
Idade: M/18
Duração: 123 min
IMDB: 7.2 (18.780 votos)
A tragédia parece seguir a jovem Esther de nove anos. Ela foi para um orfanato na sua terra natal, a Rússia, quando a última família adoptiva morreu num incêndio ao qual esta escapou por milagre. Mas agora, os Coleman adoptaram-na e a vida voltou a sorrir-lhe. Até que um colega cai de um escorrega e se magoa com gravidade. Até que uma das freiras do orfanato é agredida até à morte e até que a nova mãe de Esther começa a questionar-se se o trágico incêndio foi mesmo um acidente. Da Dark Castle Productions chega-nos Orfã, um filme que oferece novas e surpreendentes reviravoltas ao thriller psicológico e que irá prender audiências numa diabólica teia de mistério, suspense e terror. Jamais esquecerá Esther. Tão doce. Tão inteligente. Tão criativa. Tão perturbada.
Detalhes Técnicos
Duração: 123 min. Vídeo: 1080P HIGH DEFINITION 1.85:1
Áudio: DOLBY TRUE HD 5.1 Inglês Dolby Digital 5.1 Inglês Castelhano Hungaro Checo
Legendas: Português, Castelhano, Norueguês, Sueco, Árabe, Dinamarquês, Bahasa, Holandês, Finlandês, Hungaro, Grego, Checo, Cantonês
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
bom filme (Pontuação: 6)
Órfã surpreendeu-me. Esperava mais um estúpido filme de terror mas não é o caso. O filme em geral é muito bom, com sólidos e convincentes desempenhos, o "script" ou o gião é de qualidade, tem suspense, algumas surpresas e novas histórias que nascem de dentro do enredo principal mas que funcionam bem e acrescentam alguma complexidade ao filme mantendo sempre a coerência.
Por Antonio Ferrao (PORTELA)2010-05-10
Muito melhor do que a capa do filme fazia prever (Pontuação: 8)
Este foi um dos melhores filmes do género terror que vi nos últimos tempos.
A capa não me tinha convencido, mas como queria experimentar o leitor de blu-ray novo, achei que seria uma boa opção. Estava à espera de ver um tema já visitado noutros filmes - as crianças na origem do terror - mas este tem um "twist" bastante original. Depois tudo o resto funciona bem e tivesse este filme sido lançado há 20 anos atrás e seria considerado hoje um clássico do terror. Pode ser que o venha a ser daqui a outros tantos... A pontuação de 7.2 no IMDB faz jus ao mérito do filme.
Recomendo vivamente!
Por Angkor (LISBOA)2010-05-01
ORFÃ (Pontuação: 10)
É um daqueles filmes raros que você, não vê há muito tempo. É um filme policial psicológico? Um filme de terror sobre a possessão demoníaca? Um filme de horror? Ou algo obscuro, mas diferente? Você consegue-me dizê-lo. Desta maneira, “A órfã” é tanto quanto um filme policial de alta tensão, assustador como é um súbito reto-acima do horror. Pelo menos é até que devolva no disparate imediato no ato final. Para aliviar uma dor de Kate (remorso) são atraídos a adotar Esther, oriunda de um orfanato católico de freiras. Uma menina russa de 09 anos, se juntado aos outros dois filhos legítimos do casal. Estranha é sua aparência, pelo estranho vestido, laço na garganta e ornamentações do pulso, ou sua determinação para manterá “mãe” Kate fora do quarto quando ela for tomar banho. Desde que o órfão é um filme de terror, vem como nenhuma surpresa que a pequena Esther tem uma raia sádica: não pensa nada como criança, como um pássaro ferido, ela presta atenção a Kate (Vera Farmiga) e John (Peter Sarsgaard) quando fazem sexo, pratica um jogo potencial letal da roleta russa. Sádica, Esther esmaga um pássaro ferido em frente à pequena sua irmã. Está para vir do pior, para uma prolongada de duração, o espectador consegue ver o traço que está apenas aproximadamente no lado direito da credibilidade, e as situações cada vez mais violentas que envolvem a órfã, são apresentadas com convicção. Os desempenhos são excelentes. Funciona o filme, com o desempenho de Isabelle Fuhrman, como a má Esther, de modo maravilhosamente assustador. Se você planeia ver o filme, não deixem ninguém dizer como termina. Basta dizer que, apesar de algumas cenas com um pouco overdose da ação no final, há os elementos no órfão que são genuìnamente originais, e a originalidade está na fonte curta em Hollywood atualmente, que anda faltado qualidade nos filmes. De fato, é o melhor filme assustador de criança desde o orfanato, e nos termos da qualidade, acima de tais como o Presságio e o Sexto Sentido. “A órfã” é um bastante agradável, feito magnìficamente, súbito do horror com desempenhos ótimos e um certificado agudamente escrito. Escrito do nitidamente, flui no roteiro com incrível desempenho para um filme de terror. Veja-o agora antes que alguém arruíne a sua curiosidade com o filme. Altamente recomendado. Nota 10,0
Por Willis de Faria (CINEFILOMANIACOS) (VITORIA -ES)2010-03-02
Grande interpretação! (Pontuação: 6)
O filme para quem ja viu o trailer ou ja ouviu falar...já terá uma ideia base do filme....
De qualquer forma este filme a meu ver consegue uma nota positiva e tem cenas com um grau de suspense aceitavel...
A Interpretação de Isabelle Fuhrman é deliciante....para uma jovem de 13 anos não está nada mau!

A interpretação de Vera Farmiga também de grande qualidade!
Para quem gosta de homicidas psicopatas a ver... ;-)
Por Fábio Pinto (S. PEDRO DO SUL)2010-02-20
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
06/Jun
Trailer
30/Mai
Trailer