Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Brevemente... Novidades Promoção TOP + Reposições Premiados Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Wall Street (Wall Street)
TrailerAlugar
7 Prémios e 2 Nomeações
Realização:
Oliver Stone
Ano: 1987
País:
EUA
Idade: M/12
Duração: 126 min
IMDB: 7.3 (30.351 votos)
Neste olhar aos bastidores do mundo dos grandes negócios dos anos 80, um ambicioso e jovem corrector de bolsa é atraído ao mundo ilegar e lucrativo da espionagem empresarial quando é seduzido pelo poder, status e conhecimento da lenda de Wall Street, Gordon Grekko. Porém, depressa descobre que o preço que tem a pagar é demasiado alto.
Detalhes Técnicos
Duração: 126 min. Vídeo: Widescreen 1.85:1 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Inglês
Legendas: Português, Sueco, Norueguês, Dinamarquês, Finlandês, Hebraico, Polaco, Checo, Hungaro, Islandês, Inglês para deficientes auditivos
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Um Clássico (Pontuação: 9)
Esta é uma muito boa edição do filme de referência sobre a Bolsa de Nova Iorque, rodado em plena efervescência da "reaganomics", e estreado por coincidência logo após o 'crash' bolsista de 1987. Além do filme o disco contém excelentes extras com depoimentos de muitos dos envolvidos, mas feitos já no terceiro milénio. A obra é como é comum em Oliver Stone e na América muito moralista, mas o efeito felizmente saiu frustrado, e é o "mau da fita" que até hoje capta o fascínio do público e que mandou Michael Douglas para as estrelas, onde já estava Kirk Douglas, seu pai. Wall Street é uma obra sob o signo do pai, o pai de Oliver Stone corretor de bolsa falecido pouco antes do filme e a quem este é dedicado, o pai do personagem principal, que é representado pelo próprio pai do actor principal, e enfim a relação paternal entre vários dos personagens e o protagonista. O moralismo de Oliver Stone tira algum valor ao filme, e o encontro final entre Gordon Gekko e Bud Fox num Central Park deserto não é crível, tal como algumas das peripécias da acção. Apesar disso, o estatuto de clássico do cinema é inteiramente merecido para Wall Street, e creio que a grande razão para isso foi mesmo que Oliver Stone sabia exactamente sobre o que estava a falar, mostrou o trabalho dos agentes de mercado real nos seus locais reais de trabalho em 1985, e captou perfeitamente o espírito financeiro especulativo dessa década. As rugas que o filme ganhou devem-se às grandes mudanças tecnológicas que ocorreram desde 1985, mas como retrato, como crítica, como interrogação, Wall Street não envelheceu. O discurso de Gordon Gekko diante dos accionistas da Teldar Paper é um dos maiores momentos de cinema de todos os tempos. Um clássico, sim.
Por Pedro Fernandes (PAçO DE ARCOS)2017-12-05
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos
22/Out
Trailer
24/Out
Trailer