Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Premiados TOP + Reposições Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Brilhantina (Grease)
TrailerAlugar
3 Prémios e 7 Nomeações
Realização:
Randal Kleiser
Ano: 1978
País:
EUA
Idade: M/12
Duração: min
IMDB: 6.9 (46.754 votos)
John Travolta consolidou a sua posição como a presença mais versátil e magnética do cinema nesta versão para o grande ecrã da peça de grande sucesso Grease.
A estrela da música Olivia Newton-John fez a sua estreia no cinema americano como Sandy, a ingénua por quem Travolta se apaixona. O impressionante elenco de secundários é uma espécie de 'quem é quem', neste musical imprescindível sobre os fabulosos anos 50.
Grease não é só um olhar nostálgico sobre uma simples década - é uma homenagem enérgica e excitante à era do rock'n'roll.
Detalhes Técnicos
Duração: min. Vídeo: Widescreen 2.35:1 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Inglês Francês Espanhol
Legendas: Português, Inglês, Francês, Espanhol,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Um fenómeno musical fora de tempo! (Pontuação: 8)
Alguém disse, um dia, que a fórmula do musical era simples: rapaz e rapariga conhecem-se, cantam e dançam, apaixonam-se, zangam-se, cantam e dançam, fazem as pazes e vivem felizes para sempre. Tal simplicidade resultou durante as décadas do auge do musical. Mais recentemente essa mesma fórmula foi reaplicada e resultou igualmente."Grease - Brilhantina" é um musical fora de tempo e um dos exemplos marcantes da reinvenção do género.
Califórnia, década de 50, Danny e Sandy são dois jovens que se apaixonam durante o verão e vivem um intenso romance. Porém, as férias acabam e cada um tem que voltar para casa, ele para a sua terra e ela para a Austrália, não sabendo se alguma vez se voltarão a encontrar. Será o destino que se vai encarregar de lhes responder a essa questão.
Randal Kleiser fez aqui a sua estreia como realizador e faz um trabalho honesto, bonito, a camera acompanha bem as coreografias e as canções, mantendo ao longo de todo o filme uma "espécie" de relação amorosa com o par central ao filmá-los exaustivamente no seu dia-a-dia, cujo auge é atingido no baile de finalistas onde vêm ao de cima todos os conhecimentos e truques usados para filmar um bom número musical. Somos surpreendidos com algumas das melhores sequências do filme. Foi o melhor trabalho e também o mais rentável da carreira do realizador. Nem mesmo "Lagoa Azul"(1980), seu filme seguinte, conseguiu ultrapassar a bilheteira de "Grease".
O par central é formado por John Travolta como Danny Zuko, líder dos T-Birds um grupo de greasers que faz as delícias das meninas da escola, especialmente as "Pink Ladies". O actor canta e dança bem, o que não é de estranhar pois o seu filme anterior tinha sido "A Febre de sábado à noite (John Badham, 1977) onde também dançava. Aliás, alguns maneirismos da personagem de Danny foram copiados do Tony Manero de "A Febre de sábado à noite".
Olivia Newton-John é Sandy Olsson a menina ingénua que se apaixona por Danny, que vê o mundo cor-de-rosa como as suas companheiras de grupo, mas que cedo se apercebe que nem tudo é como ela pensa e que vai ter de lutar por um lugar no coração de Danny e para isso terá de dar uma volta na sua vida. A actriz fez aqui a sua estreia no cinema depois de uma curta carreira como cantora, que viria a retomar algum tempo depois, dividindo o seu tempo com algumas aparições esporádicas em filmes ou séries de televisão.
Sendo um filme de estreias,não poderia ser melhor, mas ele é mais do que isso: "Grease", com as suas canções alegres que ficam no ouvido, ritmos que marcaram a década de 50 do século passado, coreografias ineesquecíveis que gostamos de ver e rever novamente, é uma bonita, divertida e sincera homenagem a uma década considerada de ouro no género musical e também a uma era que começava nesta altura a dar os seus primeiros passos: a era do Rock 'N' Roll.
A não perder!
Por Rui Cunha (ALGUEIRÃO)2009-03-23
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos