Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Premiados TOP + Reposições Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Sonhar Com Xangai (Qing hong)
Alugar
2 Prémios e 1 Nomeação
Realização:
Xiaoshuai Wang
Argumento:
Xiaoshuai Wang
Ano: 2005
Género:
Drama
País:
China
Idade: M/12
Duração: 123 min
IMDB: 7.0
Na China, nos anos 60, um grande numero de famílias é encorajado pelo governo a mudar-se para as zonas mais pobres do país, procurando assim desenvolver a indústria local. No centro da acção está uma rapariga de 19 anos, a viver na província de Guizhou, para onde os seus pais se mudaram. Tendo crescido, feito amigos, conhecido os primeiros amores em Guizhou, ela sente que o seu futuro passa pela região, mas o seu pai acredita que o futuro de todos está na cidade, em Xangai.
Detalhes Técnicos
Duração: 123 min. Vídeo: Widescreen 1.78:1 anamórfico
Áudio: Dolby Digital 5.1 Mandarim
Legendas: Português,
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
A simplicidade do gesto (Pontuação: 10)
Já o conhecíamos desse magnífico "Bicicleta de Pequim", que nos mostrava uma nova forma de fazer cinema na China: mais vibrante, com mais "entranhas". Agora porém, Wang Xiaoshuai opta por um registo só aparentemente mais calmo, de uma simplicidade desconcertante, na forma como nos vai contando esta história do dia-a-dia das gentes que foram "desterradas" para o interior da China aquando da formação da chamada "Terceira Frente".
Sendo também um filme "político", o que mais interessa aqui ao realizador é mostrar a vida, os sentimentos, a vivência dessas pessoas, alguns anos depois de se terem mudado para o interior.
E embora o registo pareça mais simples e mais calmo, os sentimentos e a tragédia (que se "sente" desde o princípio do filme) acabam por "rebentar", quase que em surdina, deixando-nos completamente devastados no final do filme.
A ver.
Sem reservas.
Por PMatos (BARREIRO)2010-05-07
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos