Cineteka.com - Videoclube de culto para cinéfilos exigentes
Videoclube Adesão Ajuda Preçário Contactos Parcerias Login

Premiados TOP + Reposições Ao Acaso Acção Animação Aventura Biografia Clássico Comédia Crime/Policial Desporto Documentário Drama Família Fantasia Ficção C. Film Noir Guerra História Musical Religião Romance Séries/TV Terror Thriller Viagens Western Erótico
Vertigem Azul - Versão do Realizador (Le Grand Blue - Version Longue)
TrailerAlugar
3 Prémios e 6 Nomeações
Realização:
Luc Besson
Ano: 1988
Idade: M/12
Duração: 162 min
IMDB: 7.4 (14.192 votos)
Existe um local no nosso planeta, mais estranho do que qualquer outro - menos conhecido e mais misterioso. É uma junção não muito diferente do espaço sideral, onde as noções de espaço, tempo e distância se evaporam. É um local mágico e perigoso, onde o corpo humano, assim como a mente humana, se têm de adaptar. É o único sitio onde um homem chamado Jacques Mayhol se sente em casa. É o Mar - "A Vertigem Azul".
Detalhes Técnicos
Duração: 162 min. Vídeo: 16:9 - Widescreen 2.35:1 anamórfico
Áudio: Dolby Surround - Inglês, espanhol, francês; Digital 5.1 - Alemão
Legendas: Espanhol, Inglês, Alemão, Suéco, Búlgaro, Croata, Checo, Dinamarquês, Grego, Húngaro, Islandês, Norueguês, Polaco, Português, Turco, Filandês
Comentários dos utilizadores: Escreva um comentário sobre este título
Azul Profundo! (Pontuação: 8)
O mar sempre foi uma fonte de inspiração para qualquer realizador. Muitos são os filmes cujas primeiras cenas são o mar. Na maioria dos casos é como se de um regresso a casa se tratasse. "Vertigem Azul" também sofre dessa tendência.
Jacques e Enzo foram criados juntos numa aldeia situada à beira do mar Mediterrâneo. Mesmo não sendo grandes amigos, partilhavam a mesma paixão pelo mar. Um dia, porém, um acidente faz com que os dois percam o contacto durante anos. Quando se reencontram, Enzo é campeão de mergulho livre, enquanto Jacques se tornou treinador de golfinhos e colaborador ocasional dos homens da ciência. Entre os dois nasce uma grande concorrência não só pelo título de campeão mundial de mergulho livre, como também pelo interesse de uma mulher.
Realizado por Luc Besson, autor de, por exemplo "O Último Combate"(1983) sobre os devastadores efeitos que uma guerra nuclear faz aos seres humanos, privando-os da fala, vencedor de vários prémios de cinema fantástico nomeadamente no festival de Avoriaz e no Fantasporto; "Subway" (1985) sobre a população que habita o metro de Paris fora de horas; "Nikita" (1990) sobre os assassinos treinados por organizações secretas e que depois foi objecto de um remake inferior chamado "Assassina" (John Badham,1993); "Leon" (1994) primeiro filme americano de Besson e grande sucesso de bilheteira; ou ainda "O Quinto Elemento"(1997) considerado o filme mais caro do cinema europeu, "Vertigem Azul", juntamente com o documentário "Atlantis" (1991) que o realizador fez sobre a vida marinha, são os projectos que Besson considera pessoais pois estão relacionados com a sua infância quando percorria o mundo com os pais que eram instructores de mergulho. O mar era a sua casa e reflexo disso são as primeiras imagens do filme: O Mediterrãneo filmado a preto e branco com a lindíssima banda sonora de Eric Serra (colaborador habitual do realizador) como pano de fundo, assim como todo o prólogo passado numa ilha grega onde somos apresentados à personagem de Jacques Mayol. Besson filma o seu mergulho intensamente como se dele próprio se tratasse e estabelece assim o mote do filme. Todas as sequências subaquáticas estão excepcionalmente bem filmadas e de maneira a que o espectador se sinta transportado cada vez que os protagonistas se lançam na sua vertigem pelo azul do mar.
Contando com Jean Reno (outro colaborador habitual do realizador ), um dos actores europeus mais requisitados para produções internacionais, no papel de Enzo Molinari. O actor tem aqui um dos seus papéis mais importantes e também um dos seus preferidos, apesar da personagem ser a de um homem obcecado pela ganância de continuar a ser o campeão mundial de mergulho livre sem olhar a meios para o manter. Jean Marc Barr e Rosanna Arquette completam o trio à volta do qual vai girar toda a história de "Vertigem Azul".
Magnificas cenas como a do porto Italiano em que Enzo salva um homem de morrer afogado; as cenas do trio em Taormina; os testes a que Jacques é submetido no gelo ou ainda a cena final no mar entre Jacques e Enzo, fazem de "Vertigem Azul" um drama muito realista e um dos melhores filmes de Luc Besson.
Lançado no cinema em duas versões: uma de 130 minutos que fez carreira nos cinemas um pouco portodo o mundo. Só depois do sucesso do filme é que o realizador decidiu lançar a sua versão de 162 minutos contendo inúmeras sequências inéditas onde se explica um pouco melhor o relacionamento de Jacques Mayol com os golfinhos ou onde se pode apreciar melhor a competição entre as duas personagens. O filme ganha uma nova dimensão e a vertigem torna-se muito mais azul. Felizmente em Portugal está editada a versão do realizador e o espectador só fica a ganhar com isso.
Para quem quiser desfrutar de um filme e de uma experiência diferente. É só deixar-se envolver pela música e mergulhar nesta vertigem.
Por Rui Cunha (ALGUEIRÃO)2009-10-12
Se gostou deste título, também recomendamos:
Trailer
Trailer
Trailer

Últimos comentáriosPróximos Lançamentos